Os galpões metalicos estão em alta no mercado

 

Agora do ponto de vista de cálculo estrutural. Quais seriam os argumentos? Depois de anos na dúvida de qual seria a melhor posição, cheguei à conclusão de que a melhor posição para as terças é com a boca virada para cima, ou seja, com a concavidade apontado para a cumeeira da cobertura, pelo seguinte fato: Nessa posição, a alma da terça tenderia a tracionar devido ao momento gerado pela componente da inclinação do telhado. Já na posição de boca virada para baixo, a alma desse perfil tenderia a comprimir, e para quem conhece um pouco do dimensionamento de perfis formados a frio previsto pela NBR14.762 sabe que os elementos comprimidos estão sujeitos a reduções de área para considerar as larguras efetivas dos elementos.

 

Faça o teste ai na sua casa ou no seu escritório. Dobre uma folha A4 em formato de U, e depois tente apoiar um livro sobre ela. O Livro, se ficar estável sobre a folha, se apoiará nas dobras da folha, e o meio dela ficará meio "preguiçoso", ou seja, é fácil perceber que ele não está trabalhando tanto quanto a região das dobras. O mesmo acontece em perfis U comprimidos: A região da dobra tende a trabalhar e o meio da alma do perfil tende a ter sua área efetiva reduzida pelo mesmo comportamento que a folha de papel apresentou. Esse fato não ocorre se a alma estiver tracionada, portanto o perfil trabalhará usando o melhor da sua capacidade se estiver com a boca virada para cima, com a alma tendendo à tração.

A velha questão: nas coberturas, devemos colocar as terças com a boca virada para cima, ou seja, com a concavidade voltada para a cumeeira, ou para baixo com a concavidade voltada para a calha? Observem que estou falando aqui de perfis U ou U enrijecidos formados a frio, quase nada do que eu falar aqui vai se aplicar a perfis Z

 

Parece não fazer diferença, e cada um tem seus argumentos para justificar o uso de um ou outro método. Alguns dizem que a boca tem que estar virada para baixo para que a terça não fique "bebendo água". Confesso que esse argumento nunca me convenceu muito, afinal as inclinações de telhados industriais são pequenas, geralmente próximo de 10%, e uma chuva com um pouquinho de vento antes de colocar as telhas já colocaria água ali dentro... Já outros dizem que as terças devem estar viradas para cima pois facilitaria a montagem, uma vez que o montador pode apoiar as costas da terça no suporte de terças antes de parafusar, e na posição oposta ela ficaria deslizando, dificultando a operação. Esse argumento eu já gosto muito mais, afinal confere um caráter prático para a montagem, o que cria valor real percebido para o cliente. E de fato quando conversei sobre o assunto com alguns clientes esses me confirmaram que essa posição realmente facilitaria muito a montagem, podendo um operador pré-posicionar as terças enquanto outro vem na sequência instalando e apertando os parafusos. O ganho de produtividade é evidente

Portanto, por observar esses fatos, hoje eu recomendo que as terças fiquem com a boca virada para cima, e isso vai facilitar a montagem e vai obter um melhor comportamento da peça, tornando-a mais rígida e mais estável.

 

Você pode se sentir tentado a fazer a mesma coisa em terças de fechamento lateral (Painéis de fechamento, paredes de telhas metálicas) , mas nesse caso, o fator acúmulo de umidade e sujeira realmente é muito grande apesar de que os mesmos argumentos que usamos para as terças de cobertura ainda serão válidos para essas peças... mas acredito que nesse caso a manutenção seria muito grande e não vale a pena. Vale o bom senso sempre.

Então é isso, espero que tenha gostado dessa conversa. Se você tem alguma observação a fazer, pode responder a esse email contando sua experiência.

 

E aproveito para lembrar que as matrículas para o curso de projeto e cálculo de estruturas de aço, cujas aulas começam dia 05 de Julho ainda estão abertas. Teremos 16 aulas ao vivo durante o mês de Julho, além de mais de 250 horas de conteúdo gravado já disponíveis na área do aluno. Que tal aproveitar para assistir aos dois primeiros módulos do curso de forma gratuita? então clique no link ao lado e confira:

GALPÕES INDUSTRIAIS E LOGÍSTICOS,

Demolições em geral,Demolição Mecanizada,Demolição Manual,Demolição de forma rápida e segura,Demolidora, empresas demolidoras na Zona Leste,Demolição de Preço demolições São Paulo Zona LestePreço demolições São Paulo ,Demolição de Preço demolições São Paulo ,Demolidora Ferro - São Paulo,Empresa de Demolição e Limpeza,demolidora venda de materiais usados,
Demolidora materiais de construção usados,demolição portas e janelas,
Compra e venda de material de demolição,Demolidora Monumento,Demolições e Desmontagem,Venda de Materiais de Demolição,Demolidora São Miguel-Paulista  Compra ,Demolidora Vila nova Cu ruça,Demolições São Miguel São Paulo,

Demolidora Frantec Engenharia ,Demolidora manual São Miguel ,Demolidora de galpão, Demolidora casa velha são Miguel,Serviços de demolição,Empreiteira de Demolição,Demolição SP. Serviços,Demolição Comercial,Serviços de Demolição em Siderurgia,

Serviço de demolição na construção civil,Demolição Manual ,Preço demolição manual,Demolições e Desmontes,
Tipos de demolição,Demolição Manual em SP,Demolição baixada do sapo ,Demolição de construção irregular,
Demolição  e Controle ,Controle de Demolição,demolição compulsória,demolição de construção em área pública,Obra embargada demolida,
Ação Demolidora e Terraplenagem ,Demolidora- Peça seu orçamento,Demolidora Nordestina,
Demolição Frantec Engenharia líder na leste ,Demolição Frantec Engenharia líder na Oeste, Demolição Frantec Engenharia na Norte,